top of page

Aberta a 19ª edição do Passaporte da Leitura

O projeto proporciona o encontro de estudantes com escritores reconhecidos nacionalmente

A Diretoria do Livro, Literatura e Leitura, da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), por meio do Programa Permanente de Estímulo à Leitura (PPEL), promoveu o lançamento do 19º Passaporte da Leitura, apresentando os escritores e as escolas participantes da edição deste ano. A solenidade aconteceu nesta quinta-feira (10/08), às 14h, na Galeria de Arte Gerd Bornheim. Os participantes foram recepcionados pela amiga do livro de 2023, Aline Luz, que realizou uma apresentação artística e contação de histórias.


O diretor do Livro, Literatura e Leitura, Cássio Felipe Immig falou da importância do Passaporte da Leitura para o elo do leitor e os autores. “A aproximação que o programa proporciona, da mediação, que é a mais importante para a construção de um leitor, do escritor, sua obra e o leitor é o que torna o programa genial, pois ele segue dando frutos e incentivando a leitura cada vez mais”, disse Immig.


O escritor da 19ª edição do Passaporte da Leitura, Volnei Canônica, ressaltou que o PPEL é uma importante política pública de incentivo à leitura. “Quando lá em 2005, pensamos na criação deste programa, não imaginava que em quanto gestor, na época em que foi criado, hoje estaria aqui como autor, como um escritor que minhas ideias cheguem agora nas mãos das crianças, de novos leitores”, disse Canônica.


A Secretária da Cultura, Cristina Nora Calcagnotto destacou a importância dos parceiros do Passaporte, a Associação dos Livreiros Caxienses (ALCA), Racon Consórcios, Randoncorp e Unimed Nordeste para a viabilização do programa que é uma preparação para a Feira do Livro que acontecerá de 29 de setembro a 15 de outubro na Praça Dante Alighieri. “Este é um dos mais importantes programas da Secretaria da Cultura em termos de multiplicação, e isso nos enche de orgulho para conquistar mais programas potenciais como esse. Que essas sacolas mágicas, repletas de livros, agraciem todas as escolas e cheguem no coração de cada professor, de cada criança, adolescentes e suas famílias por meio da leitura”, salientou a secretária.


A prefeita em exercício Paula Ioris parabenizou as duas secretarias envolvidas neste importante projeto, a da Cultura e da Educação, como politica pública de formação de caráter e de identidade das pessoas, com o livro, autores, escritores e como leitores também. “ O livro informa, forma e cura, tenho a convicção que ler faz muito bem. Como escritora de apenas um livro, por enquanto, sei o quão bem faz ler e escrever. Quem sabe este programa não nos traga novos escritores em breve, novos leitores eu sei que o Passaporte da Leitura traz e isso nos faz acreditar nas pessoas, num futuro melhor”, disse a prefeita em exercício.


Nesta edição, participarão 11 escritores, 44 escolas e ao todo serão distribuídos 924 livros. O passeio pelas obras de Anabella Lopez, Elaine Pasquali Cavion, Gláucia de Souza, Márcio Vassallo, Marta Lagarta, Otávio Júnior, Pedro Guerra, Renato Moriconi, Rosa Amanda Strausz , Simone Saueressig e Volnei Canônica começa com a leitura, mediada em sala de aula, e culmina em outubro, quando os leitores se encontram com os autores, dentro da programação da 39º Feira do Livro. As escolas participantes receberam sacolas com livros do autor. A partir de agora, essas histórias serão trabalhadas por professores, estudantes e, sempre que possível, nas comunidades em que as instituições estão inseridas. Após o encerramento do projeto, as escolas receberão kits com livros de todos os escritores participantes, para que sejam incorporados as suas bibliotecas.


Sobre o projeto:


Criado em 2005, o projeto já envolveu mais de 186 mil estudantes, 224 autores, vindos de diferentes partes do Brasil, e distribuiu mais de 14 mil livros a cerca de 591 escolas e instituições. Em 2017 o projeto recebeu o prêmio Ages (Associação Gaúcha de Escritores) na categoria “melhor ação de promoção da leitura”.

Comentarios


bottom of page