Programação da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul envolve 62 escritores nacionais e internacionais


Livreiros, escritores, contadores de histórias e demais interessados em viajar pelo universo da literatura voltam a ocupar a Praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, entre os dias 29 de setembro e 14 de outubro. Durante os 16 dias de Feira do Livro, 62 escritores nacionais e internacionais têm encontro marcado com o público em bate-papos e palestras abertas à comunidade.

Oficinas e apresentações artísticas também integram a programação, que prevê ainda uma maratona de contação de histórias de 12 horas ininterruptas. A abertura oficial da 34ª edição do evento ocorre às 18h30 do dia 28 de setembro com show do grupo Yangos. O acesso é gratuito. As novidades da Feira foram apresentadas em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (29/08), na Biblioteca Parque da Estação Férrea, que reuniu cerca de 80 pessoas. Na oportunidade, o Coro Infantil Casa Florescer Interlagos fez uma apresentação especial com regência da maestrina Denise Tomazzoni.

Entre os principais nomes que circularão pelo maior evento literário da Serra Gaúcha está o da paraibana Maria Valéria Rezende, dos gaúchos Daniel Kondo, Amanda Costa, Dilan Camargo, Maria Valesca de Assis Brasil e Armindo Trevisan, além da peruana Glória Kirinus, da argentina Anabella López e do nigeriano Sunny (Ikechukwu Sunday Nkeechi). A mineira Marilda Castanha, que venceu no ano passado um dos maiores prêmios da literatura infantojuvenil, o Nami Concours, da Coréia do Sul, pelo livro “Sem fim”, também estará em Caxias do Sul. O livro de Marilda está sendo trabalhado em escolas caxienses dentro do projeto Passaporte da Leitura.

O escritor caxiense também tem um destaque especial nesta edição. Além das 80 sessões de autógrafos agendadas durante o evento, 22 autores com obras locais também participaram de 21 encontros com seus leitores dentro do projeto “Escritor na Comunidade”. A iniciativa integrou as ações do Programa Permanente de Estímulo à Leitura (PPEL) como preparação para a Feira do Livro, entre os meses de maio e agosto, e ainda proporciona a ida de entidades assistenciais e da população de localidades mais afastadas para um novo encontro na Praça.

Esta edição da Feira também marca os 25 anos do Proler, que oferece quatro oficinas e diversas atividades integradas que visam à formação do profissional da educação. As escolas encontrarão novidades no setor infantojuvenil, pensado para atender ao público que mergulha cada vez mais na literatura fantástica. O Sesc, Sesi e o Centro de Leitura Quindim também integram esse setor.

Mais de 30 atrações musicais farão a trilha sonora para o passeio entre as 45 bancas de editoras e livrarias presentes nesta edição, como o show “Universo feminino”, de Tatiéli Bueno, em parceria com o pianista Eder Bergozza, que encerrará a programação da Feira do Livro. O espetáculo ocorre no dia 14 de outubro, a partir das 18h, no palco principal.

“Esperamos manter neste ano a média de vendas do ano passado, que alcançou 57 mil exemplares, com expectativa de chegarmos aos 60 mil. Para isso, estamos preparando uma feira muito bonita, que conta com o trabalho incansável da equipe da Secretaria da Cultura, junto com os apoiadores, parceiros e patrocinadores”, resumiu Maria Cristina Tiburi Pisoni, diretora do Departamento do Livro e da Leitura da SMC. Neste ano as bancas oferecerão até 20% de desconto durante a Feira.

“Ler para Ser” é o tema que norteia as ações literárias e artísticas da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul, que neste ano tem como patrona a escritora Rejane Romani Rech e como amiga do livro a professora Magda Regina Corsetti Torresini.

Layout da Feira

Pelo segundo ano consecutivo o projeto de identidade visual da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul foi criado pelos alunos da disciplina de Projeto Gráfico do curso de bacharelado em Design da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Sob a orientação da professora Aline Fagundes, os 12 alunos da turma executaram o projeto entre os meses de março e julho de 2018.

“A partir do tema da edição deste ano os alunos iniciaram as pesquisas de mercado, público-alvo e também se debruçaram sobre o tema. Dentre as atividades de coleta de análise de dados, os alunos participaram de um workshop com a psicóloga Gisela Cardoso da Silva, com o intuito de entender as complexidades do ser e como a relação com a leitura é importante para a formação do indivíduo”, contextualiza a orientadora.

Após analisar extensivamente o mercado literário mundo afora, os alunos começaram a direcionar o processo criativo da identidade visual, trabalhando com uma paleta de cores diversa e abrangente, para representar a diversidade de leitores e pessoas que circulam pela feira, trabalhando com os aspectos psicológicos e comportamentais das cores.

O projeto visual tem como objetivo demonstrar o entrelaçamento entre design gráfico e poesia, entendendo essa relação como o espaço gráfico poético a partir da incorporação de elementos de signos visuais urbanos.

Inspirados pela obra de Paulo Leminski, Décio Pignatari, Vladimir Maiakovski e Filippo Tommaso Marinetti, o conceito da identidade visual da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul é a escrita icônica, assumindo que ela pode ser participativa e simultânea ao estar presente no cotidiano de diversas pessoas que circulam pela praça e arredores.

Cartazes

O projeto gráfico da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul traz seis modelos de cartaz. Cada um representa uma possibilidade de ser através da leitura: único, sonhador, criativo, a mudança, feliz e o que você quiser. A cor é uma percepção e com isso foi escolhida uma paleta de tonalidades que se complementam e contrastam, com o objetivo de despertar, junto às palavras, uma miríade de significados no público da Feira. As cores evocam e despertam a criatividade, imaginação, sabedoria, calma, energia, imaginação, harmonia, felicidade e empatia.

Assessoria de Imprensa - SMC

​© 2020 por Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul