Oficina de Fanzines exercita a imaginação dos participantes

Materiais de manifestação popular, artística e ideológica foram confeccionados

Na tarde desta segunda-feira (09/10) ocorreu, na livraria Do Arco da Velha, uma oficina de Fanzines com Jaque Pivotto e Nil Kremer. A atividade

contou com reflexões sobre movimentos contraculturais, além de confecção de fanzines. Os participantes puderam escrever e desenhar o que gostariam de expressar, ao fim, a turma uniu o trabalho de cada um e montou uma fanzine com o nome “Pouco Quadro”.

Para Jaque e Nil, as fanzines são importantes por serem um movimento contracultural artesanal, coletivo, de baixo custo, além de ser um veículo acessível de fácil produção. “As fanzines são um material de manifestação popular, artística, ideológica”, completam.

As oficineira deram como dica para quem quiser confeccionar fanzines, ir para a segunda edição oficina que ocorre na Livraria Do Arco da Velha, amanhã das 14h às 17h. “Traz um texto curto, original ou não, cola e muita ideia!”

Fotos: Caroline Pegoraro