Sábado marca encerramento do 24º Proler na Feira do Livro 2017

Edição reuniu 130 pessoas durante três dias de oficinas e palestras

O Encontro Estadual de Leitura – 24º Proler teve o último momento de conversa na manhã deste sábado (07/10). Com a presença dos escritores convidados Ciça Fittipaldi, Tiago Hakiy e Graça Lima, a edição de 2017 abordou temas como a retomada do olhar para a ancestralidade e da cultura oral.

O 24º Proler iniciou na quinta-feira (05/10) à noite com a abertura “Povos ancestrais: DNA de realidade ou ficção de livro?”. A secretária municipal da Cultura (SMC), Adriana Antunes, recebeu os participantes falando sobre a responsabilidade que os professores têm de trabalhar com a literatura e a arte a fim de desenvolver a mentalidade e o comportamento baseados na ética. “Muitos de nós têm resistência ao livro e à leitura, mas estão diretamente com crianças e adolescentes, em sala de aula, no ensino de português e literatura”, alertou.

Durante os três dias foram realizadas seis palestras intercaladas com oficinas com a participação de cerca de 130 pessoas. A coordenadora do Programa Permanente de Estímulo à Leitura (PPEL), Heloísa Bacichette, integra o comitê do encontro desde 1998 e explica que o projeto tem como característica aliar a teoria à prática. “O formato palestra/oficina favorece o intercâmbio entre professores e a universidade com o escritor, com o que está sendo produzido, com o livro e a leitura”, expõe.

O 24º Proler foi uma realização da Prefeitura de Caxias do Sul em parceria com a Universidade de Caxias do Sul (UCS) e o Centro de Leitura Quindim. A edição integrou a programação da 33ª Feira do Livro de Caxias do Sul.